Postado dia 24/09/2011 às 00h00 - Atualizado em 20/09/2014 às 18h24

Pagando Bolinho

None

A turma que joga dominó lá no Bar do Meladinha, desde o tempo do Dedé, adotou por hábito comemorar com bolinho o aniversário dos integrantes. Já então bolinho com Coca Cola. Claro, quem paga é o aniversariante. No último dia 12 quem pagou foi o Raminho; no próximo dia 23 será a vez do Arão. Fazem parte do grupo a média de 12 a 16 participantes, a metade do total, que comparecem de segunda a sexta-feira, à tarde. Apenas uma mesa em jogo, dando lugar à nova dupla aquela que perder. A dupla é formada por ordem de chegada. Quem não joga fica ‘mosqueando’, ou torcendo, esperando a sua vez. Raminho é considerado bom jogador – e também o Arão entre os melhores. Pimpão é apontado como o maior conhecedor desse jogo – é o professor da turma... Raminho, filho de Sebastião João de Souza, o saudoso sanfoneiro Bastinho que foi por duas vezes Vice-Prefeito de Penha. Marítimo, trabalhou em barcos pesqueiros e em navios da Petrobrás. Sua mãe, Benavenute Flores, a Dona Nuta, também de saudosa memória, foi professora por vários anos em Armação de Itapocorói. É casado com a Dilma, com quem tem os filhos Aníbal e Adilson. Arão Domingos da Costa foi Agente dos Correios e Prefeito de Penha, substituto de Eugênio Krause. Casado com a Vitória tem os filhos: Emília, Maria do Carmo, Arãozinho, Carlos Alberto e Kátia. Arão foi jogador de futebol, grande craque do Beira-Mar F.C. – campeão da LID em 1963. Raminho é desportista – flamenguista por vocação. Ambos curtem a vida com a família em Armação de Itapocorói, passando horas agradáveis com os amigos nas rodadas de dominó. Todos da turma já sabem quem vai pagar o bolinho depois do Arão.