Postado dia 12/09/2014 às 10h01 - Atualizado em 15/09/2014 às 18h53

PARA SER FELIZ

None

Este é o título do meu novo livro, uma saga que envolve a imigração italiana para Luís Alves – hoje próspero município do Vale do Itajaí, em Santa Catarina. O lugar chamado Primeiro Braço do Norte foi escolhido para assentamento desses heróis que, pelas circunstâncias, tiveram que deixar a terra natal à procura de um mundo novo para viver.

A busca da felicidade é uma constante na vida de cada um. Nesta saga em que se destaca a família Bersi, focalizando o autor desta narrativa, o enredo mostra que uma história não se cria por mero acaso. O livro detalha os motivos que obrigaram esse povo, especialmente do norte do país – como este da região de Bergamo – a se inscrever para embarcar com destino a América, sem contudo saber diretamente o lugar de parada.

O ano de 1887, que marca a fundação de Luís Alves, também é o ano da chegada desses imigrantes. Segundo historiadores, o cidadão chamado Luís Alves era comerciante estabelecido próximo a foz do rio em confluência com o rio Itajaí-Açu, que ganhou o mesmo nome, como também a freguesia que se tornou a sede da região.

O livro PARA SER FELIZ é uma história de cunho real, porém de narrativa ornamentada por se tratar de um romance existencial, uma aventura por assim dizer, envolvendo comunidades inteiras na busca de uma vida melhor. É também uma prova de que se pode começar do nada e realizar sonhos aparentemente impossíveis. Sem preocupação com nomes nem cronologia, os fatos são reais narrados de forma que os protagonistas são muitos, porém representados por alguns como se fossem cópias de todos. Não há diferença no ser e no viver de cada um, embora nem todos alcancem por igual os objetivos planejados. Mas no fundo o estilo de vida é o mesmo com destinos que variam conforme a sorte... O importante é ser feliz. Tendo isso como lema, não importa ter que abandonar sua terra se é lá em outro continente que a vida vai sorrir.

O livro está a caminho do prelo, devendo estar pronto dentro de 60 dias.