Postado dia 15/03/2015 às 15h05 - Atualizado em 15/03/2015 às 15h09

Trocar eles por elas

O assunto da moda é a política. De fato, o povo brasileiro entendeu que deve sim falar sobre o assunto. Até tempos atrás, política – junto com religião e futebol – era tema que não se deveria discutir em rodas de amigos. Com os recentes casos descobertos de corrupção na Petrobrás, as manifestações de rua voltaram como alternativa para mostrar indignação popular.

Mesmo entendendo que a “Era PT” deve ter um fim em nosso país, decidi não participar das manifestações do dia 15/03 por pensar que os problemas do país não são somente o Partido dos Trabalhadores e a Dilma. O problema também passa pela nossa responsabilidade de escolher nossos políticos e pela maneira como as eleições são organizadas.

Na última eleição houve uma quantidade absurda de abstenções e, principalmente, de justificativas de votos. Muitos dos que queriam o PT fora preferiram viajar no feriadão. Hoje, muitos destes eleitores se acham no direito de tirar fora uma pessoa legalmente eleita. Claro que muitos dos descontentes de hoje votaram em Marina ou no Aécio e sentem-se prejudicados pelas medidas da presidente. É o meu caso também.

Em falar em Aécio, este deve agradecer muito a Deus por não ter vencido as eleições. Aécio teria que tomar boa parte das medidas que Dilma tomou, como: aumento do combustível e de energia elétrica. Estava na cara que o país entraria em recessão em algum momento. Aécio seria apontado pela militância petista como se fosse “Lúcifer do Brasil” por fazer, justamente, metade do que Dilma faz hoje. Com o país em crise econômica e política, é preciso ter a população a favor do Governo. Penso que o PT perdeu essa possibilidade.

Se essas manifestações são para pressionar o Governo Federal a andar na linha, vejo como positivas. Mas se for para trocar uma presidente eleita democraticamente como se troca de camisa, não vejo como algo que resolva nossos problemas. Quem entraria no lugar de Dilma? O seu Vice, o Temer? O Presidente da Câmara, o Cunha? O Presidente do Senado, o Calheiros? Penso que nenhum destes representa algo melhor do que a turma que está no Governo. Aliás, todos os possíveis substitutos são do PMDB e fazem parte do Governo. É trocar ela por eles, somente isso. Precisamos sim é de uma Reforma Política com participação popular. Se essas manifestações vão ajudar a avançar nessas reformas só o tempo vai dizer.