Postado dia 09/10/2014 às 14h54 - Atualizado em 09/10/2014 às 14h55

“PECADOS CAPITAIS DA LINGUAGEM ORAL” 2

Dando sequência à série de dicas sobre como podemos melhorar nossa habilidade de comunicação. Evitar erros recorrentes pode ser um excelente começo. Então, seguem mais cinco exemplos do que podemos evitar no dia-a-dia!
6)Exemplo: 'Fazem muitos anos...’
Explicação: quando o verbo 'fazer' se refere a tempo, ou indica fenômenos da natureza, não pode ser flexionado. Diz-se: 'Faz dois anos que trabalho na empresa', 'Faz seis meses que me casei’
7)Exemplo: 'A nível de Brasil...’
Explicação: 'a nível de' é uma expressão inútil. Pode ser suprimida ou substituída por outras. Exemplo. Em vez de 'A empresa está fazendo previsões a nível de mercado latino-americano', use 'A empresa está fazendo previsões para o mercado latino-americano’.
8)Exemplo: 'Não tive qualquer intenção de errar’
Explicação: não se deve usar 'qualquer' no lugar de 'nenhum' em frases negativas. O certo é dizer 'Não tive nenhuma intenção de errar'.
9)Exemplo: 'Há dez anos atrás...’
Explicação: redundâncias enfeiam o discurso. Melhor dizer 'Há dez anos' ou 'Dez anos atrás'. 'Há dez anos atrás' é o mesmo que 'um plus a mais'.
10)Exemplo: 'Éramos em oito na reunião’
Explicação: não se usa a preposição 'em' entre o verbo ser e o numeral. O correto é dizer 'Éramos oito'.
Fonte: Reinaldo Polito - Revista Veja
“#VEM PRA URNA ”
Neste domingo (05) não deixe de levar a sua colinha com o número dos candidatos que você escolheu! Agiliza o processo, não há risco de errar os números e a Justiça Eleitoral recomenda. Que todos tenham um excelente domingo democrático!