Postado dia 27/12/2010 às 00h00 - Atualizado em 15/09/2014 às 19h46

A onda do mar batia por aqui

None

Hoje quando passamos em frente do Super mercado Zoni e a sociedade amigos de Penha, atual shopping de Verão, nem nos damos conta de que nessa região o mar batia suas ondas e até pescadores jogavam suas redes de canoas. O local da atual Festa do Marisco, onde será construída a marina do Parque Beto Carrero World, também tinha água salgada, era ali, que funcionava a famosa Indústria de Pescados krauser, de propriedade do Senhor Eugênio Krauser, que chegou até ser prefeito do município de Penha nos anos 70. A empresa tornou-se poderosa na região e empregava muita gente e boa parte dos moradores mais antigos de Penha e Piçarras trabalharam ali.


Houve uma época que a empresa viveu seu apogeu. Precisando de espaço para sua expansão, seus proprietários não pensaram duas vezes e aterraram até onde conseguiram. Foi aterrada praticamente toda a área que vem do rio Irirí, até bem próximo ao supermercado Zoni. Fotos antigas que fazem parte do acervo histórico da prefeitura de Penha mostram como era essa região antes e depois dos aterros.


Já não existe mais as lagoas de Piçarras, como temos na atualidade a lagoa do Quincaludo, na divisa com a Penha, na parte de Piçarras, existiam outras três lagoas magníficas. Toda área desde o condomínio Ana Paula até a o rio Piçarras era alagada e formava um grande manguezal rodeado pelas lagoas. A região onde é hoje o Iate clube de Piçarras também foi toda aterrada. Em Piçarras, tais áreas viraram loteamentos e um grande camping e serviram para indústria da balnearização, através da especulação imobiliária (lembrando que estes aterros significavam na época um exemplo de grande progresso para as cidades).


E os resultados? Colhemos hoje. Em Balneário Piçarras, de tempos em tempos é preciso refazer a faixa de área e são gastos milhões de reais . Ai nos vem à tona um velho ditado popular, “o que era do mar, ele quer de volta”. Na Penha, são os constantes alagamentos. É a natureza nos mandando seus recados: “Machucaram-me, agora tenho minhas feridas e quero sará-las e vou buscar o remédio para me salvar”.