Postado dia 11/06/2011 às 00h00 - Atualizado em 15/09/2014 às 18h53

Começa a festa do divino

None

Na verdade a festa do Divino já começou em março. Ela tem é seu ponto culminante no Dia de Pentecostes que, por ser festa móvel, neste ano cai em 12 de junho. Mas a festa propriamente dita começa com as novenas e termina com a coroação do Imperador. O Brasil inteiro comemora anualmente a Festa do Divino, porém cada comunidade tem o seu estilo de fazer a coroação do Imperador. Sem desmerecer as outras, a mais diferenciada e também maior no seu estilo é a de Penha. Neste ano, por exemplo, são cerca de 1400 os convidados a empregados...

Imaginamos o número de banquetes oferecidos ao Imperador e comitiva durantes as visitas! Banquetes que serão retribuídos pelo Imperador em forma de almoço no dia da Festa e no dia seguinte após a missa da entrega da Coroa ao imperador do ano que vem. Semelhante a Festa de Penha é a de Barra Velha que a cada ano vem crescendo bastante. É a mais semelhante no estilo e até no canto dos foliões. Penha comemora este ano a festa de número 175°, pois a primeira foi comemorada em 1836. Por tradição, é a festa dos três municípios: Penha, Piçarras e Navegantes – isto porque antes essas comunidades pertenciam a uma só Paróquia. A paróquia de Nossa Senhora da Penha foi fundada em 1839, pela Lei Provincial nº 109 de 23 de março, a mesma Lei que criou o então Distrito de Penha. O Imperador deste ano é Dorival R. da Silva. A Imperatriz é sua esposa Marisa de Souza da Silva. No dia da Festa o Imperador é coroado e ocupará o trono com a Imperatriz e o Trinchante. Após a missa festiva, e no dia seguinte, é servido o almoço dispondo de comida à vontade para cerca de cinco mil pessoas. À tarde um momento de emoção: Durante a procissão o encontro do Imperador com a família, acolhendo todos no quadro de varas, logo indo para a igreja onde acontecerá a missa de encerramento com o sorteio do Imperador para o próximo ano.