Postado dia 05/05/2013 às 18h34 - Atualizado em 15/09/2014 às 19h46

Nos tempos em que brincávamos e sujavamos os pés

None

Hoje nossas crianças podem até ser bagunceiras, mexer em tudo, quebrar algumas coisas, mas sujam os pés?

Não sujam, ao menos não como era em meus tempos de infância.

Nas minhas memórias, lembro-me de fazer muitas coisas proibidas. Para nossos pais é claro. Mas que eram gostosas demais e sinto prazer só em lembrá-las.

Como havia muito espaço vago, com terrenos grandes, vivíamos brincando neles. Campinhos de futebol, fazíamos direto. Como a areia era geralmente escura e brincávamos descalços, nossos pés ficavam sujinhos que só vendo. Andávamos pelo mato a fora pra brincar de bang-bang, espadachim, pé na lata e muitas outras brincadeiras.

As árvores eram escaladas sem medo, mas quando alguém se machucava, nessa situação sim, morríamos de medo, porque tínhamos que chamar nossos pais pra socorrer e o medo de levar aquela surra de varinha era grande.

Além disso íamos à praia pegar jacaré e ficar na água até os dedos das mãos e dos pés ficarem murchinhos e enrugados. Ficávamos na areia quentinha batendo papo gostoso que só criança sabe fazer.

Construíamos momentos felizes como os destas simples lembranças que podem nos fazer refletir sobre o quanto a infância vale a pena e que a felicidade às vezes pode ser simples, basta apenas buscar no tempo e refazê-las, ao menos em nossos pensamentos.

Vai, retrocede um pouco, lá na sua infância. Tenho certeza, você vai encontrá-la.