Postado dia 19/05/2009 às 00h00 - Atualizado em 15/09/2014 às 18h53

O Sutiã

None
O Sutiã
,
,
Uma componente quase que obrigatório do vestuário da mulher que serve para dar maior elegância e liberdade aos gestos femininos e também um item que muitas vezes tem um interesse de fetiche sensual e provocador. No passado não era nenhum pouco confortável como os que as mulheres usam na atualidade.Era uma vestimenta usada para corrigir o corpo feminino e chamado de espartilho. Cobria dos seios a barriga e dificilmente sozinha uma mulher conseguiria vesti-lo. Para muitos a mulher era considerada frágil e tal roupa podia-lhe protegê-la dando-lhe a seus ossos maior força, chegando a ser receitado por médicos.Só no século XlX, é que começa a ter como objetivo a valorização e realce dos seios. Por volta de 1840, uma invenção marcava uma etapa importante, fora adicionar aos sutiãs cadarços o que dava à mulher a chance de sozinha poder entrar em tal peça.Com esta modernização e seu objetivo sendo para realçar partes íntimas do corpo feminino, passou a não ser bem quisto, principalmente por moralistas. Muitos médicos que antes receitavam, diziam que podiam provocar doenças no peito e que mulheres poderiam até morrer se usassem tal vestimenta.Foi só com a 1ª guerra mundial que por razões de praticidade, é que o sutiã tornou-se enfim uma vestimenta fundamental. Como a maioria dos homens da Europa estava nos campos de batalhas e as fábricas não poderiam parar, as mulheres acabaram por ocupar estes espaços. No trabalho precisavam de maior mobilidade para desenvolver suas funções e o espartilho não dava tal praticidade e foi aí que o sutiã passou a ter a forma como os da maioria de hoje.Em tempos onde os seios são valorizados aos extremos e que o silicone é o sonho de muitas mulheres, o sutiã ainda pode ser uma arma para aguçar os sentidos e o desejo de muitas pessoas.
,
,
,
,
,
,
,
,