Postado dia 23/09/2009 às 00h00 - Atualizado em 15/09/2014 às 18h53

Polenta

None

A polenta é um prato típico que muitos vão dizer é italiana. Como a macarronada, não pode faltar em uma festa típica italiana por aqui. Uma dos acompanhamentos mais utilizados é com galinha ensopada. Mas você sabia que a sua matéria prima, não é natural da Itália?



A polenta é feita a base de milho. Está é uma planta originária da América. Os grãos de milho eram à base da alimentação da maioria das populações das Américas e há evidências de seu plantio a mais de 4500 anos. Planta considerada sagrada pela maioria destas culturas, era cultivado desde o que é hoje chamamos de Canadá até a Argentina. No Brasil juntamente com a mandioca, era a base da alimentação da maioria dos indígenas.



Com a chegada dos Europeus no século XVI, e o domínio quase que total destes juntamente à imposição da sua cultura aos povos nativos e ao mesmo tempo uma adaptação dos moinhos aos produtos indígenas, o milho foi levado para Europa como farinha, bem como uma série de outros alimentos naturais, como o abacaxi, cacau para fazer chocolate, batata, banana, amendoim entre outros. E na Itália, logo foi adaptada para ser utilizada no preparo da polenta, também sendo introduzido o plantio neste país.



Algum tempo depois mais precisamente no século XIX, a Itália estava em guerra pela sua unificação. Nesta época, este país não era como o conhecemos hoje, era dividido em vários principados que sempre estavam em guerra uns com os outros. Durante está guerra que deixou a Itália um país único, sua região mais pobre, o Norte, principalmente Trento, teve um processo de migração muito grande para as Américas, onde milhares de pessoas buscavam o sonho de ter uma vida melhor.



Chegando por aqui trouxeram também seus hábitos alimentares e viram na polenta uma forma de firmar sua cultura e de ter também a chance que muitos na Europa não tinham que era de fazer e saborear um prato que na Itália era para poucos. Construíram por aqui uma rica colônia italiana espalhada por vários locais do Brasil, mais isto é outra história.