Postado dia 13/09/2014 às 19h28 - Atualizado em 15/09/2014 às 18h53

A Batalha política do saneamento

None

►Água e esgoto foram a grande polêmica dessa semana. Em Penha, o Tribunal de contas suspendeu a licitação pretendida pela prefeitura para privatizar o sistema. Em Balneário Piçarras, a Casan faz pressão para adquirir o controle total da gestão, que hoje é compartilhada.

► Toda a questão é, claro, financeira, pois água dá muito dinheiro, principalmente em municípios como os nossos, lotados de casas de veraneio, que só tem movimento uma vez por ano, mas pagam conta todos os meses!

► Mas apesar do lucro, nem sempre o contribuinte vê melhoria no serviço. A Casan administrou a água por anos, e nada de implantar o prometido sistema de esgoto. E quando municipalizaram o sistema em Penha, após três anos de Águas do Itapocorói, pouco se sabe do lucro arrecadado, que se antes era da Casan, agora foi da cidade, mas investido no quê realmente?

► Enquanto em Penha a prefeitura diz que vai precisar de um investimento de mais de 360 milhões de reais para construir um sistema de captação e tratamento de esgoto, além de redes de captação, tratamento e distribuição de água, em Balneário Piçarras a Casan quer fazer crer que com uma quantia bem mais modesta, de 29 milhões (ou 40 milhões como divulgaram essa semana em alguns jornais) seria o suficiente para fazer a rede de tratamento de esgoto.

► No entanto, segundo a prefeitura, tal projeto só contempla o centro da cidade, e um projeto integral, contemplando outros bairros, além de ampliar a rede de captação e distribuição de água, custaria na verdade 114 milhões de reais. Ainda assim, bem menos da metade do o valor que a prefeitura de Penha acha necessário para a cidade.
► Tucanos piçarrenses comemoraram as novas denúncias da Petrobrás durante essa semana. Apesar de não ser candidato, João Pizolatti sempre foi um dos principais aliados do PP local, que faz campanha para seu filho, diga-se de passagem. Pizolatti pai já não pôde ser candidato por causa da lei da ficha limpa.

► Ironicamente Pizolatti é um dos cabos eleitorais do candidato a governador do partido, Paulo Bauer, e aparece até em cartazes com o senador tucano. Mas não em Balneário Piçarras, onde os progressistas colaram uma tarja preta nos cartazes dos seus candidatos onde há alusão a coligação estadual com o PSDB.

► Quem também foi barrado na ficha limpa foi o deputado Gilmar Knaesel (PSDB), que desistiu da candidatura na segunda-feira. Vicente Caropreso passa a ser agora o candidato a deputado estadual preferido da maioria dos tucanos piçarrenses.

► Apesar da reunião com os progressistas e peemedebistas, o vereador Nico Beduschi (PT), ainda pode ter o apoio do PSDB e do PSD para a presidência da câmara de vereadores, honrando o acordo do início da legislatura. A exemplo de Penha, onde Juju Capela construiu uma candidatura quase de consenso, com votos de vereadores de oposição e situação, ter um vereador do PT que não fosse membro de nenhuma das bancadas em Piçarras, nem de oposição ou situação, poderia ser visto como uma boa opção por ambos os lados, para garantir certa imparcialidade na condução da Câmara.

► Quem vai estar em Penha nessa segunda é o deputado federal Décio Lima e a deputada estadual Ana Paula. A reunião será a noite, no Assadão do Beto Vanzuitta.