Postado dia 05/09/2014 às 03h27 - Atualizado em 15/09/2014 às 19h46

Acertando as alianças

None

►Enfim aconteceu a reunião dos partidos em Penha que estão coligados na eleição estadual na campanha para reeleger o governador Raimundo Colombo. Representantes do PTB, PDT, PMDB, PR, PSD, PRB, DEM e PCdoB se reuniram na casa do Edubaldinho, membro do diretório municipal do PSD penhense.

► A reunião, que foi coordenada pelo coordenador da campanha na região, o ex-deputado João Mattos, começou com certa tensão entre PMDB e PSD. Os social-democratas cobraram o adesivo do 55 no carro dos peemedebistas, e os peemedebistas, por sua vez, falaram que não estão vendo o adesivo do 155 no carro dos filiados do PSD de Penha. Intermediados por João Mattos, ambas as partes concordaram em adesivar seus carros e se comprometer na campanha igualmente por Raimundo governador e Dario Berger senador.

► Com o clima mais cordial, Aquiles e Ferrão afinaram o discurso e falaram no mesmo tom, sobre a necessidade de ver o 55 ganhando na Penha, em detrimento do candidato do prefeito Evandro ao governo do estado, o senador Paulo Bauer (PSDB). Ambos tem motivos estratégicos para querer uma vitória de Raimundo Colombo na Penha.

► Enfim, ao contrário do que muita gente pensa, a “chapa” também pode esquentar mesmo numa disputa de âmbito maior. Liderança política nos contou que vereador cabo-eleitoral chegou a ameaçar morador que tem placa de candidato da oposição a deputado de que a prefeitura não pavimentaria mais sua rua, como anunciado, se não tirasse a placa da sua casa. Se a ameaça é pra valer, vamos ver se a rua é pavimentada ou não.

► Outra fofoca diz que o prefeito teria chamado todos os cargos comissionados do PSDB, indicados diretamente por ele, a “responsabilidade” para participar dos comícios e da campanha dos candidatos Marco Tebaldi e Leonel Pavan. Teria sido feita até chamada, barbaridade!

► Em Balneário Piçarras, a disputa local é maior que os acordos a nível estadual e federal. O apoio do PMDB não será oficial, mas o vereador e outras lideranças já assumiram que vão votar e pedir voto para o candidato do PT a governador, Claudio Vignatti. O PMDB piçarrense não se conforma do partido não ter lançado candidato próprio, e também há pouca conversa com o PSD do município, que hoje ocupa fileiras adversárias.

► Além do PP, o presidente do PV de Balneário Piçarras, candidato a deputado Estadual, Paulinho de Deus, também prefere votar em Vignatti do que seguir os ditames da coligação estadual onde está.

► Bate-boca na câmara da Penha. A indiganação do empresário Emílio Dalçóquio, presidente dos bombeiros comunitários, ao saber que Penha perdeu a oportunidade de ganhar mais um quartel de bombeiros, agora dos militares, fez com que ele quebrasse o protocolo da sessão.

► A briga entre militares e voluntários, que permeia o estado, está mais acesa do que nunca em Penha, ainda mais que agora, por lei estadual, os bombeiros voluntários poderão fazer vistorias nos comércios e cobrar as taxas referentes. Enquanto os voluntários acusam os bombeiros militares de quererem vir pra cá só pra arrecadar com a fiscalização, os adversários acusam os voluntários de serem contra a vinda dos militares justamente para que a “bufunfa” sobre pra eles.