Postado dia 10/04/2014 às 20h28 - Atualizado em 15/09/2014 às 18h53

Correndo atrás de obras

None

► As eleições estão chegando e se muita gente pensa que com elas vem mais obras, muitas vezes pode significar o contrário. A legislação proíbe a assinatura de novos convênios a partir do dia 30 de abril, justamente para evitar que políticos façam obras eleitoreiras. Ou seja, somente irão acontecer no decorrer do ano obras previamente já assinadas e aprovadas antes do período da campanha propriamente dita.

► Por isso é preciso que os governantes locais concretizem os pedidos por recursos antes do dia 30 de abril. É o caso de duas emendas parlamentas do deputado Décio Lima (PT) para Penha, viabilizando a construção de duas novas escolas, com 12 salas de aula cada, nos bairros do Gravatá e no Centro. A prefeitura de Penha pode perder o recurso se não preencher o cadastro do SIMEC/PAR/FNDE até o fim do mês. O deputado teria mandado uma carta neste mês para avisar ao prefeito Evandro Eredes dos Navegantes (PSDB), no entanto, não sabia que ele estava de viagem de férias.

► A prefeitura teria pelo menos garantido até agora a construção de uma nova creche e duas novas quadras cobertas, que serão bancadas com dinheiro do governo federal. O anúncio oficial deverá ser feito nas próximas semanas. O governo do estado também pode anunciar a construção de uma quarta escola de segundo grau em Penha.

► A vereadora Márcia Pinheiro (PSDB) abraçou a causa de trazer a justiça para mais perto do cidadão penhense: A Justiça de Santa catarina pode criar uma terceira vara em Balneário Piçarras, e há uma chance, se as autoridades de Penha se interessarem, de ao invés disso criarem a Comarca de Penha. Historicamente os políticos de Penha foram contra a instalação do sistema judiciário por aqui, pois promotores e juízes ficariam mais próximos dos problemas da cidade, segundo as más línguas. Vamos ver se o boato continua procedendo ou não...

► O mundo dá voltas: o parque Beto Carrero World que já foi um aliado político e um dos maiores doadores das campanhas de Evandro pode ter virado um dos adversários da administração. Há boatos de que um dos diretores do parque, o atual presidente da CDL de Penha, Edilson Dobrawa, seria um potencial candidato a vice-prefeito na chapa liderada pelo peemedebista Aquiles José Schneider da Costa (PMDB). Edilson está filiado no PSB, partido que está na mira do rol de coligações que o PMDB vai buscar.

► O troco já estaria vindo nos próximos meses. O vereador e pré-candidato a prefeito do PSDB, Adriano Tibeco, estaria preparando um requerimento pedindo o fim da insenção tributária que o parque Beto Carrero World tem no município. A aposta política é que como parte da população é contra a isenção, o PSDB angararia simpatia com a medida, e tentaria fazer como negativa a aliança do PMDB com o parque, pois supostamente o partido daria isenção novamente ao empreendimento se chegasse a prefeitura.

► PSB e PR parecem ser dois partidos que tem tudo para crescer em Penha. Vários dissidentes dos partidos que apóiam o atual governo municipal estariam de malas prontas para essas siglas, por conta de terem pouco ou nenhum espaço no governo. Vale lembrar que tanto o PR quanto o PSB também estavam na coligação que reelegeu o prefeito em 2012, mas não estão participando mais do governo. O PMDB também estaria para receber ex-tucanos nos próximos meses. Aguardemos.