Postado dia 20/06/2014 às 18h50 - Atualizado em 15/09/2014 às 19h46

Reflexo da política nacional nos bastidores políticos de Penha

None

► Na tarde desta sexta-feira, nossos prefeitos, de Penha e Balneário Piçarras, foram a São José, receber mais uma máquina do governo federal, agora uma motoniveladora. 269 municípios catarinenses foram contemplados por mais essa ação do PAC. Resta esperar que os veículos venham a contribuir e acelerar de fato os trabalhos das secretarias de obras, pois buraco na rua é que não falta, e mês sim, mês não, é notícia de máquina nova que compram ou que ganham.

► Falando em governo federal, nesta sexta-feira a presidenta Dilma Roussef (PT) sancionou a lei do piso mínimo salarial para os agentes de saúde. É isso mesmo: assim como os professores, os agentes de saúde terão piso mínimo, e todas as prefeituras terão que dar o reajuste. O piso anunciado este ano para categoria é de 1.014 reais. Em Penha atualmente o salário pago aos agentes é de pouco mais de 900 reais. Lembrando que a lei fala de um piso mínimo, o prefeito que quiser pagar a mais também pode, viu?

► A vereadora Márcia de Souza (PSDB) há tempos está lutando pelo reajuste dos auxiliares de enfermagem que ganham pouco mais de 700 reais em Penha. Enquanto não existir uma lei maior determinando o valor, cada prefeitura paga o valor que propuser. Segundo Márcia, Penha paga um dos salários mais baixos da região, onde há municípios onde um auxiliar de enfermagem chega a ganhar 1.200 reais.

► No congresso nacional, algumas categorias tem articulado para que leis de piso mínimo sejam aprovadas, só que a briga não é fácil. No caso do piso mínimo para a polícia militar, por exemplo, é forte o lobby dos governadores que são contra a medida, afinal o gasto a mais sairá dos cofres públicos estaduais. E a maioria dos deputados geralmente reza a cartilha do seu governador.

► Um dos maiores problemas do Brasil é que a eleição dos deputados e senadores é altamente desprezada pelos eleitores, que ficam esperando que um único Messias no cargo de presidente resolva todos os problemas, numa democracia em que os poderes executivo, legislativo e judiciário se equilibram.

► No caso dos deputados, a maioria dá mostras de servir mais ao interesse de seus partidos e de seus caciques políticos, do que aos eleitores que os elegeram. Até porque esses eleitores não prestam atenção em seus mandatos, nem como votam ou o que propõem no congresso.

► Falando em legislativo, os vereadores Adriano Tibeco e Jefferson Custódio, do PSDB de Penha, apresentaram requerimento pedindo a prefeitura informações sobre quanto foi arrecadado com o PPI (Programa de Parcelamento Incentivado) de impostos atrasados, e aonde foi ou está sendo investido esse dinheiro?

► Tibeco e Jefferson são dois dos pré-candidatos a prefeito do PSDB. A conversa que corre é que o prefeito Evandro teria garantido apoio para Jefferson se nas pesquisas seu nome estiver melhor que qualquer outro candidato tucano.

► Na cogitação de um vice do DEM, o PSD está pensando em sair da coligação e lançar um candidato a prefeitura. O nome do vereador Felipe Rebello Schmidt foi até soprado na rádio local. Agora, se isso é pra valer, ou cavar uma vice para o PSD na coligação, ninguém garante.

► E falando em PSD, será que o PSD da Penha apoiará a Dilma, ou seguirá os ditames do seu “mentor espiritual”, Paulinho Bornhausen, hoje no PSB?