Postado dia 11/08/2017 às 18h22 - Atualizado em 16/08/2017 às 19h45

Águas de Penha intensifica combate a vazamentos ocultos na rede de abastecimento

Fonte: Assessoria de Imprensa

A Águas de Penha intensificou o combate a vazamentos não vísiveis na rede de abastecimento. Só no último final de semana, a concessionária identificou quatro vazamentos ocultos de tamanhos diferenciados (dois grandes e dois pequenos) na localidade de São Miguel, no Bairro Gravatá. “Por não apresentar sinais visíveis, como água aflorando na rua, os vazamentos ocultos são mais difíceis de serem encontrados”, explica o gestor operacional da Águas de Penha, Cristiano Galvão.

Esses vazamentos diminuem a pressão da rede e podem até causar desabastecimento em determinados pontos. Cristiano destaca que o trabalho de identificação de vazamentos é importante para evitar que ocorram perdas na rede de distribuição, contribuindo para a disponibilidade e manutenção dos recursos hídricos.

Para monitorar vazamentos ocultos, é necessário o uso da tecnologia de geofonamento, que permite identificar vazamentos que não estão aparentes na rede de distribuição de água por meio do som. A escuta geralmente é feita na madrugada, pois o som característico do vazamento fica mais evidente devido a pressão mais alta da água e por haver menos ruídos no ambiente.

Esse trabalho faz parte dos investimentos e melhorias do sistema de abastecimento que vêm sendo implantados em Penha. A população pode ajudar a reduzir perdas ligando para Águas de Penha ou mandando uma mensagem para a concessionária sempre que identificar algum vazamento aparente, usando os seguintes canais de comunicação: telefone 0800 595 4444 ou através do Whatsapp (47) 99234-1414.