Postado dia 18/11/2017 às 13h31 - Atualizado em 21/11/2017 às 19h42

CASAN conclui instalação de redes do Sistema de Esgotamento Sanitário de Balneário Piçarras

Fonte: Assessoria de Imprensa

A CASAN concluiu esta semana os trabalhos da rede emissária do Sistema de Esgotamento Sanitário de Balneário Piçarras. Os últimos metros da tubulação foram instalados na Rua Adolfo Cabral, no bairro Santo Antônio – onde também está sendo construída a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

A rede emissária exigiu a implantação de 4.185,00 metros de canalizações que levarão o esgoto até a ETE. Desta rede, segundo a CASAN, falta apenas uma interligação na ponte do Rio Piçarras, na Avenida Getúlio Vargas, que será executada em breve.

Já as redes coletoras foram concluídas há algumas semanas. As redes coletoras foram implantadas em 130 ruas, se estendendo por 35.092,39 metros de extensão e 2.550 pontos para futuras ligações domiciliares – que só poderão serem conectadas mediante autorização amplamente divulgada.

Concluído o processo das redes, a CASAN procederá a construção de quatro estações elevatórias. O trabalho começará em algumas semanas e será desenvolvido nas quatro bacias que já foram contempladas com Sistema de Esgotamento Sanitário.

No total, Balneário Piçarras está recebendo um investimento de R$ 50,1 milhões, que vão garantir 47% de cobertura de tratamento de esgoto no município nesta primeira etapa.

TRABALHO DE REVISÃO

A CASAN reforça que está atuando com equipes de trabalho exclusivas para revisões de pavimentação, caixas de inspeção (CI’s), poços de visita (PV’s) e também em acabamento final em diversos pontos das obras de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário. A ação estratégica ganhará força ao longo de todo o mês de novembro, diante do término do serviço de implantação das redes coletoras de esgoto.

LIGAÇÕES DOMICILIARES SÓ COM AUTORIZAÇÃO

A CASAN alerta que os usuários ainda não podem interligar seus imóveis à rede coletora que está sendo implantada. A Companhia vai informar no devido momento quando e como essa interligação deve ser feita, depois que a Estação de Tratamento de Esgoto estiver totalmente concluída e em operação. Até lá os usuários devem continuar utilizando suas fossas sépticas individuais normalmente.