Postado dia 23/05/2017 às 11h57 - Atualizado em 25/05/2017 às 11h01

Prefeito de Penha recebe Bandeira do Divino em seu gabinete

181ª edição da Festa começa neste dia 25, quinta-feira
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Penha

Estiveram na tarde de sexta-feira, dia 19, na sede da prefeitura municipal de Penha, os foliões da 181ª Festa do Divino Espírito Santo, uma das mais antigas e importantes tradições religiosa e cultural da cidade e da região. Liderados pelo imperador da festa este ano, João Nestor de Souza, e a imperatriz, sua esposa Maria das Neves Costa de Souza, os devotos seguiram a tradição, com música, oração e uma mensagem de fé e esperança para a equipe de governo.

O prefeito Aquiles da Costa recebeu a Bandeira do Divino no seu gabinete, ao lado da sua esposa, a primeira-dama Luana Rocha da Costa, acompanhados por secretários e diretores do governo municipal. “Temos que valorizar nossas tradições, que dão identidade para nosso município. A festa do Divino Espírito Santo é um patrimônio cultural de Penha, que tem que ser respeitado e apoiado”, explicou Aquiles.

Na ocasião, o imperador João Nestor também convidou o prefeito para participar do cortejo da festa do Divino, carregando a bandeira do município, e o secretário de turismo Arnaldo Dias para carregar a bandeira do estado.

A recepção na prefeitura fez parte da maratona de visitas que a “Família Imperial” tradicionalmente faz a seus empregados durante os meses que antecedem a festa. Nessas oportunidades, conforme a tradição, são arrecadadas doações que irão ajudar a custear o evento, onde um grande banquete será oferecido para os empregados convidados pelo imperador para fazer parte da sua corte.

Uma tradição oriunda de Portugal, a Festa do Divino Espírito Santo homenageia a terceira pessoa da santíssima Trindade. Ela é comemorada sempre 50 dias após a páscoa, no dia de Pentecostes, onde segundo a tradição cristã, o espírito santo desceu aos apóstolos sob a forma de línguas de fogo, os inspirando a pregar e espalhar o evangelho pelo mundo. A lenda portuguesa conta que a festa surgiu por conta de uma promessa da Rainha Santa Isabel, que pediu ao espírito santo intermediasse e acabasse com o conflito do rei Dom Dinis, e seu filho, Dom Afonso. Após eles se reconciliarem, todos os anos a Rainha faria uma festa onde seria oferecido um banquete para a população.

A festa em Penha este ano começa nesta quinta-feira, dia 25 de maio, quando começam as novenas, que vão até 2 de junho. Todas as noites, a partir das 19h30 uma missa será ofertada por uma das comunidades da igreja católica de Penha.

No dia 3 de junho, sábado, começa o ápice da festividade, com a missa da vigília de Pentecostes, com o translado da Coroa para a Casa Imperial. No domingo, dia 4, acontecerá a Procissão de Translado da Coroa para a Igreja Matriz, e missa de coroação do Imperador às 10 horas. Às 16 horas haverá a procissão do encontro do Imperador com seus familiares, e às 17 horas a missa e sorteio do Imperador para o ano de 2018.

Na segunda-feira, dia 05, será feriado municipal, com procissão às 9h30 para a Igreja Matriz, onde na missa será entregue a coroa para o novo imperador.

Durante toda a festa haverá serviço de bar e cozinha no salão paroquial da Igreja Matriz Nossa Senhora da Penha.