Postado dia 29/08/2017 às 18h50 - Atualizado em 30/08/2017 às 22h39

Centros de Educação Infantil realizam atividades alusivas a semana nacional do Folclore

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Penha

Para comemorar o dia do Folclore, que aconteceu em 22 de agosto, a Secretaria Municipal de Educação preparou uma semana de atividades sobre o tema nos centros de educação infantil de Penha. Em todas as unidades aconteceram aulas, apresentações, dramatizações e outras atividades sobre o folclore brasileiro e regional, ressaltando a importância deste como parte fundamental e base da cultura brasileira.

Já no sábado, na Casa da Amizade, foi feita uma grande atividade, com a presença das famílias dos alunos e toda a comunidade escolar. Houveram palestras para os pais, entrega de portfólio, gincana, e no final, um jantar de confraternização. O objetivo foi aproximar escola e famílias, segundo a coordenadora de ensino infantil, Deise Izonete de Souza.

O folclore (do inglês folk que é gente ou povo e lore que é conhecimento) é a tradição e usos populares, constituído pelos costumes e tradições transmitidos de geração em geração. Todos os povos possuem suas tradições, crenças e superstições, que se transmite através das lendas, contos, provérbios, canções, danças, artesanato, jogos, religiosidade, brincadeiras infantis, mitos, idiomas e dialetos característicos, adivinhações, festas e outras atividades culturais que nasceram e se desenvolveram com o povo.

A UNESCO declara que folclore é sinônimo de cultura popular e representa a identidade social de uma comunidade através de suas criações culturais, coletivas ou individuais, e é também uma parte essencial da cultura de cada nação.

O Congresso Nacional Brasileiro, oficializou em 1965 que todo dia 22 de agosto seria destinado à comemoração do folclore brasileiro. Foi criado assim o Dia do Folclore Nacional. Foi uma forma de valorizar as histórias e personagens do folclore brasileiro.