Postado dia 20/02/2017 às 16h26 - Atualizado em 20/02/2017 às 16h35

Equipe de governo realiza mutirão para preparar salas de aula

Prefeito Aquiles liderou voluntários para improvisar instalações na Colônia dos Pescadores e Salão Paroquial da Igreja Cristo Rei

Domingo foi um dia de muito trabalho para a equipe da secretaria de obras e voluntários formados por cargos comissionados do governo municipal. Comandados pelo prefeito de Penha, Aquiles da Costa, o grupo realizou um mutirão para preparar a estrutura necessária a fim de receber os alunos da escola Antônio José Tiago e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), cujas aulas começam nesta segunda-feira.

Interditado como precaução pois sua estrutura ameaça desabar, os alunos do grupo escolar Antônio José Tiago foram transferidos para dois locais: a educação infantil e série inicial estudarão agora no Salão Paroquial da Igreja Cristo Rei, na Cohab, e a maioria dos estudantes, que são do segundo ao quinto ano do fundamental, irão para as instalações da EJA, na Praia de Armação.

Como havia três turmas de alunos no período vespertino na EJA, estes também vão estudar em outro local: A colônia dos Pescadores Z-5, no bairro de Armação.

Ambos os locais sofreram adequações para receberem os estudantes, com a instalação de divisórias, ventiladores, portas, quadros negros, carteiras, cadeiras, e no caso do Cristo Rei, uma cerca em volta do terreno, para proteger as crianças principalmente na hora do intervalo, quando forem se movimentar pelo pátio do salão paroquial.

Em virtude do pouco tempo em que o governo municipal foi comunicado da necessidade de interdição da escola pelos bombeiros militares e defesa civil, o prefeito Aquiles da Costa mais uma vez decidiu convocar sua equipe de governo para voluntariamente ajudar os funcionários das secretarias de obras e de educação a realizarem os preparativos necessários: “Apelei novamente para a vocação solidária de nossa equipe, que entrou para o governo para servir a comunidade, não só nas suas funções ou no horário de expediente, mas sempre que nosso povo precisar”, disse o prefeito, que foi o primeiro a chegar para o mutirão, que começou às 7 horas da manhã do último dia 19. Até às 18 horas, ainda havia gente trabalhando, principalmente na limpeza, após terem sido executadas as obras propriamente ditas.

Hoje pela manhã, os 435 estudantes do Antônio José Tiago começaram a ter suas aulas normalmente, e assim deve seguir pelo restante do ano letivo. O mesmo acontece com as turmas vespertinas da EJA, agora na Colônia dos Pescadores.