Postado dia 22/12/2017 às 22h20 - Atualizado em 03/01/2018 às 19h00

Rede pública de Penha vai adotar sistema Positivo de ensino

Convênio com a Editora Positivo foi assinado na última semana e vai garantir nova metodologia de ensino a 2.400 alunos do Ensino Fundamental
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Penha

A partir do ano que vem, a rede pública municipal de ensino de Penha vai adotar o sistema Positivo. A empresa foi contratada por meio de licitação, homologada na manhã desta sexta-feira, dia 22.

Além de livros didáticos, o programa também oferece formação continuada, ambiente virtual para alunos e professores, sistema de avaliação, sistema de monitoramento, além de assessoria pedagógica. “Nosso maior objetivo, além de melhorar a qualidade de ensino, é ter um conteúdo padrão para todos os alunos da rede pública”, explica a Secretária de Educação de Penha, Suselli Anacleto Batista.

Muitos professores, até então, adotavam seu próprio programa curricular, e a secretaria de educação encontrava dificuldades em fiscalizar a aplicação do conteúdo. “Com a aplicação de um sistema único, de excelência reconhecida, vamos dar a todos os alunos, em todas as escolas, o mesmo conteúdo, e poder fiscalizar melhor a aplicação do programa”, detalhou a secretária. Isso vai inclusive possibilitar, caso haja necessidade, que se os pais de alguns alunos desejarem que ele mude de escola, não haja nenhuma defasagem ou prejuízo no seu aprendizado.

O programa de ensino da Positivo será aplicado para as crianças do 1º ao 9º ano do fundamental, trazendo como uma das suas inovações o ensino de língua inglesa a partir do primeiro ano. “Estamos muito animados com a adoção desse sistema, que já é utilizado com sucesso em centenas de cidades brasileiras, e que com certeza vai melhorar a qualidade de ensino dado aos nosso alunos”, disse Suselli.

Para o Prefeito de Penha, Aquiles da Costa, a adoção do sistema de ensino da Positivo é tão importante quanto a valorização dos professores e construção de novas escolas e salas de aula. “Investir em educação é também investir na qualidade do ensino dado aos alunos, para que eles tenham uma formação que os prepare para a vida”, apontou.

Atuando desde 1972, a Editora Positivo se notabilizou pela edição de livros didáticos e criação e administração de sistemas pedagógicos. Aproximadamente 1700 alunos do Ensino Fundamental 1 e 700 alunos no Ensino Fundamental 2 serão beneficiados pelo programa em Penha.