Postado dia 22/03/2017 às 11h20 - Atualizado em 25/03/2017 às 10h40

Contra-Turno de Penha já tem 400 crianças inscritas em 15 dias

Programa visa complementar o dia dos estudantes com atividades fora do horário de aulas
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Penha

Já começaram as aulas do projeto contraturno em Penha, que visa oferecer atividades desportivas para as crianças do município fora do horário escolar. Em apenas 15 dias desde que começou a edição 2017, 400 fichas de inscrição já foram preenchidas, numa procura até então nunca vista.

O número não assusta a Fundação Municipal de Esportes (FME) que em conjunto com a Secretaria Municipal de Cultural implanta o projeto. “O número de vagas é ilimitado. Se vierem mais alunos, vamos abrir mais polos”, garante o coordenador da FME, Carlos César de Souza.

Ele destaca que nos bairros até então com menos oportunidades de lazer e esporte é onde está tendo mais procura, como as escolinhas de futebol no São Cristóvão, Atletismo na Praia de São Miguel, e Basquete no Mariscal, uma modalidade nova no projeto.

Carlos também anunciou que o programa vai se ampliar ao longo do ano: “Vamos colocar Xadrez em Santa Lídia e São Miguel, Tênis de mesa na Cohab, e já estamos desenvolvendo atletismo no Mariscal e também no centro, ao lado do Ginásio Municipal”, revela. Até abril, também deve começar as aulas de futsal no Gravatá.

Pelo menos 13 professores trabalham no atendimento das crianças, que são alunos oriundos tanto da rede municipal quanto estadual de ensino. “O nosso programa não faz distinção, são todos moradores do nosso município”, explica Carlos. Como o programa é bancado exclusivamente com recursos públicos municipais, da própria prefeitura, a única exigência é que o jovem seja morador da cidade. Inclusive os alunos da APAE também são atendidos pelo programa.

As inscrições podem ser feitas nas secretarias de cada escola do município ou também na sede da Fundação Municipal de Esportes, anexa ao ginásio Sebastião João de Souza, no centro.

Há opções de várias modalidades, como futebol de salão, futebol de campo, basquete, vôlei, atletismo, tênis de mesa, judô, muay thai, xadrez e capoeira. As aulas serão no Ginásio central, Ginásio do SESC (bairro Nossa Senhora de Fátima), Ginásio da Escola Edith Prates na Santa Lídia, Campo do Prenda no bairro São Cristóvão, Ginásio da Escola Antônio Rocha de Andrade no Gravatá, Ginásio da escola Horacina Soares na Cohab, e futuramente no campo do Beira Mar e na Acerb, que está em reformas. Haverá escolinha tanto no período da manhã, quanto a tarde, e em dias diferentes da semana, conforme cada modalidade.