Postado dia 22/12/2017 às 22h18 - Atualizado em 03/01/2018 às 19h00

Câmara de Penha economiza R$ 325 mil em 2017

Resultado foi apresentado em audiência pública de prestação de contas
Fonte: assessoria de imprensa da Câmara de vereadores de Penha

A Câmara de Vereadores de Penha economizou em 2017 cerca de R$ 325 mil, recurso este que fica à disposição do Poder Executivo para investimentos no próximo ano. O resultado foi apresentado na quinta-feira (21) a noite, durante a audiência pública de prestação de contas do Legislativo Penhense, convocada pelo edital nº 09/2017 da Mesa Diretora.

A audiência foi conduzida pela presidente da CVP, vereadora Maria Juraci Alexandrino (PMDB) e pela contadora da casa, Dayse Cristiane de Souza Germano. “Nosso orçamento para este ano foi de R$ 2,967 milhões, mas de repasse do duodécimo recebemos de fato R$ 2,639 milhões”, ressalta a contadora.

“O ano de 2017 foi um ano muito difícil em função dos cenários político e econômico que o Brasil vive. Por isso este ano não poupamos esforços para que pudéssemos não apenas economizar, mas também garantir que o município de Penha tivesse um legislativo atuante e que pudesse cumprir com suas atribuições de fiscalizar e aprovar leis que tragam benefícios à nossa coletividade”, frisa Juraci.

Mesmo com toda a reestruturação e investimentos que o Legislativo Penhense teve nos últimos anos, com reforma administrativa, mudança de sede em 2016, informatização do plenário e aquisição de poltronas para o auditório neste ano, a CVP conseguiu resultados muito positivos no que tange a economia nos gastos em geral, sobretudo com diárias. “Em 2017 gastamos R$ 72 mil com as diárias contra R$ 120 mil do ano anterior”, destaca Dayse.

Os vereadores Isac Hamilton da Costa (PR), eleito presidente para o exercício de 2018, Maurício da Costa (PMDB), Everaldo Dal Posso (PMDB) e Regiane Severino (PMDB) também participaram da audiência. O evento também contou com a presença de representantes do Poder Executivo, da Secretaria de Educação, da sociedade civil e também do comandante da Polícia Militar, Capitão Mafra.

Um dos pontos mais destacados durante a audiência foi o acordo feito em abril entre vereadores e a sociedade civil de que o Legislativo Penhense economizaria, deixando de adquirir aparelhos de ar-condicionado para os gabinetes parlamentares, para que o município pudesse adquirir e instalar câmeras de vigilância. “Em nome da PM, do Conselho de Segurança – do qual eu faço parte – e da Rede de Vizinhos, eu quero parabenizar os vereadores em razão do cumprimento do acordo feito em abril deste ano entre o prefeito, a sociedade civil, a CDL e o Conseg. Agora vamos cobrar da prefeitura a aquisição dessas câmeras de segurança que, com certeza, vão nos ajudar a reduzir os índices criminais do nosso município”, afirma Mafra.