Postado dia 17/11/2017 às 12h19 - Atualizado em 18/11/2017 às 14h47

Câmara participa de seminário sobre violência doméstica contra a mulher

Evento contou com a participação da bancada feminina do Legislativo Penhense
Fonte: assessoria de imprensa da Câmara de vereadores de Penha

A Câmara de Vereadores de Penha participou na quinta-feira (16) do Seminário regional pelo fim da violência contra a mulher, promovido pela Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira e pela Bancada Feminina da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, realizado em Blumenau. O evento foi realizado no bloco J da Furb nos períodos da manhã e da tarde e contou com a participação da vereadora Regiane Severino (PMDB), procuradora especial da Mulher no Legislativo Penhense e Maria Juraci Alexandrino (PMDB), presidente da CVP.

Um dos destaques do evento foi a participação da socióloga Eleonora Menicucci, que foi ministra-chefe da Secretaria Especial de Política para as Mulheres, de 2012 a 2015, além das representantes da bancada feminina na Alesc, deputada Ana Paula Lima (PT), entre outras autoridades.

“Minha participação foi no sentido de procurar outros caminhos para trabalhar e atuar na sociedade penhense, divulgando o trabalho da Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de Penha”, ressalta Regiane.

A procuradora do Legislativo Penhense alerta que a violência doméstica acontece em todas as classes sociais de maneira silenciosa e por isso se faz necessária a união de toda a sociedade para combatê-la.

Juraci destacou que o seminário contou com importantes parcerias, como por exemplo o movimento das mulheres do campo, da cidade, órgãos públicos locais, universidades, entidades e coletivos comprometidos com o enfrentamento da violência contra a mulher. “Temos que exigir das esferas de governo a implementação de políticas públicas, garantindo a sistematização de informações e a eficácia dos mecanismos de proteção. Nossa Penha está a frente com a Procuradoria Especial da Mulher. E temos pela frente uma conquista futura que será a implantação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, projeto que iremos votar na próxima reunião ordinária da Câmara”, destaca a presidente do Legislativo Penhense.