Postado dia 23/03/2017 às 10h04 - Atualizado em 25/03/2017 às 10h40

Sessão da câmara novamente se concentra em pedidos ao Executivo

Reunião de segunda-feira aconteceu sem votação ou apresentação de nenhum projeto de lei
Fonte: assessoria de imprensa da Câmara de vereadores de Penha

Cinco pedidos de informação, uma moção e 17 indicações foram os encaminhamentos da 9ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores de Penha, realizada na segunda-feira (20).

Com a presença de todos os vereadores, um dos temas mais abordados pelos vereadores durante o uso da tribuna foi a conquista de recursos para o município por meio de parlamentares em Brasília.

O vereador Antônio Cordeiro Filho (DEM), o Toninho, apresentou o pedido de informação nº 54/2017, solicitando do Executivo providências com relação ao Cemitério Municipal e sugere a realização de uma audiência pública para tratar do tema.

O vereador Isac Hamilton da Costa (PR) cobra as autoridades do município (P.I 55/2017) para que seja feita a interligação das ciclofaixas da Avenida Ivo Silveira, na Praia Alegre, com a Avenida Antônio Joaquim Tavares, no Centro, promovendo assim a segurança dos ciclistas penhenses.

A vereadora Maria Juraci Alexandrino (PMDB) questiona a prefeitura, através do pedido de informação nº 56/2017, sobre a possibilidade de se construir um abrigo no ponto de ônibus na localidade de São Francisco de Assis, em frente à Escola Laci Simão Correa.

O quarto pedido de informação da noite, de autoria do vereador Luiz Américo Pereira (PSDB), trata de uma solicitação (P.I 57/2017) voltada para as entidades empresarias locais (CDL, ACIPEN etc) no sentido de divulgar as belezas naturais de Penha através da internet, em uma ação conjunta que ajude a fomentar o turismo no município.

O último pedido de informação da 9ª Reunião Ordinária, de autoria da vereadora Regiane Aparecida Severino (PMDB) é o P.I 58/2017, que questiona a Secretaria de Educação sobre a possibilidade de alterar o horário de atendimento dos Centros de Educação Infantil, no período vespertino, para as 13 horas. Atualmente o atendimento começa às 13h30.

A única votação do dia foi a moção nº 6/2017, de autoria conjunta da vereadora Maria Juraci Alexandrino e do vereador Everaldo Dal Posso, ambos do PMDB, para que o professor Adélcio Machado dos Santos seja reconduzido ao Conselho Estadual de Educação. Aprovada por unanimidade, a moção sera agora encaminhada para o governador e para o vice-governador de Santa Catarina.