Postado dia 10/11/2017 às 12h12 - Atualizado em 11/11/2017 às 12h13

Gerência Regional de Saúde distribui telas para proteção de caixas d´água e ralos

Fonte: Assessoria de Imprensa da ADR

Segundo dados do sistema Vigilantos, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, a região, compreendida por nove municípios, contribui com 33% dos focos do mosquito Aedes Aegypti encontrados em Santa Catarina até o final de outubro deste ano. O número corresponde a 3140 focos, sendo que 1152 foram detectados em Balneário Camboriú, seguido por Itajaí, com 661 focos, Itapema com 318; Camboriú com 315; Navegantes com 198; Porto Belo com 82; Penha com 3; Balneário Piçarras com 10, e Bombinhas com um foco. Em todo o estado foram encontrados 9.478 focos, número muito superior que o mesmo período de 2016, quando foram registrados 6.371.

Com a proximidade da alta temporada, que atrai intenso fluxo de pessoas à região, a equipe de biólogos do Programa de Controle da Dengue, da 17ª Gerência Regional de Saúde, está intensificando o trabalho de vigilância e controle do vetor de doenças como Dengue, Chikungunya, Zika vírus e Febre Amarela.

Nesta semana, os municípios estão recebendo telas para proteção de caixas d´água e ralos para dificultar a proliferação do mosquito, adquiridas pelo Governo do Estado. Conforme a bióloga do Programa de Controle da Dengue, da Gerência Regional de Saúde, Priscila Flores da Luz, a distribuição de 140 rolos de 50 metros de comprimento está sendo feita de acordo com a classificação epidemiológica e a instalação será de responsabilidade das secretarias municipais de Saúde