Postado dia 05/04/2017 às 09h51 - Atualizado em 06/04/2017 às 11h14

Jovem é encontrado com corte profundo no pescoço na praia Grande

Rapaz teria sido sequestrado e ferido por um dos bandidos e ficou escondido até a chegada da polícia

Um rapaz foi encontrado na tarde desta segunda-feira na estrada da Ponta da Vigia, em Penha, com um ferimento no pescoço que quase o decapitou.

De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima disse ter sido abordada por três homens por volta das 20h de domingo no bairro Armação do Itapocorói. Eles o teriam imobilizado e levado até a Ponta da Vigia.

Por ter reagido ao roubo de seu tênis e um celular, o rapaz acabou esfaqueado pelos homens, que o jogaram em um barranco. Ferido no pescoço, o jovem ainda andou cerca de 500 metros até ser localizado horas mais tarde pelos bombeiros voluntários e policiais militares. Ele estava lúcido quando recebeu socorro e foi encaminhado para o hospital.


Oficialmente o Hospital Marieta Konder Bornhauesen, de Itajaí, para onde o jovem foi levado, não repassa dados sobre o estado dos pacientes, mas até o início da noite desta terça a informação era de que ele permanecia internado. Ele chegou à unidade consciente e passou por sutura do corte.

O responsável pela delegacia de Penha, Alan Coelho, vai investigar o caso. “Vamos apurar os fatos”, disse Coelho, que não descarta que o caso tenha a ver com um acerto de contas.

“A gente leva em consideração o que ele informou, mas acreditamos que possa ser um acerto de contas porque ele já é conhecido da polícia. Isso pode ser um acerto de contas e não roubo,” analisou Coelho. O menor mora no bairro Cohab de Penha, é conhecido pelo apelido de Boca.