Postado dia 06/04/2017 às 11h16 - Atualizado em 07/04/2017 às 10h37

Jovem que teve o pescoço cortado na Ponta da Vigia ainda está vivo

Adolescente gravemente ferido ainda está sob observação, mas sobreviveu a cirurgia

A imagem do jovem P.P. de Souza, de 17 anos, com o pescoço cortado sendo compartilhada através da internet chocou muitas pessoas na comunidade de Penha. O adolescente foi atacado por duas pessoas na noite da última segunda-feira, dia 03, e deixado para morrer num matagal na Rua João de Souza Costa, na Ponta da Vigia, na Praia Grande. Achando que ele estava morto, o deixaram jogado no costão, mas surpreendentemente P.P. mostrou uma tremenda vontade de viver e conseguiu caminhar até a rua onde pediu por ajuda.

Apesar do boato de que o jovem teria morrido no hospital Marieta Konder Bornhausen, na verdade P.P. continua surpreendendo: ele continua sobre observação, e deve perder a mobilidade dos movimentos do pescoço, mas está vivo. Como dizem alguns populares, “esse pode dizer que nasceu de novo”.